Problema a solucionar: o IMT atribui 1 dístico a cada cidadão que reúna as condições necessárias (a crianças deficientes ou deficientes dependentes de terceiros dificultando a gestão diária do transporte destes cidadãos que, na sua maioria, precisam de uma vasta rede de apoio.

Solução: Desenvolvimento de uma aplicação do IMT onde cada dístico pode ser associado à matricula onde o titular do dístico circula, permitindo garantir o usufruir dos benefícios que lhes são concedidos, evitando usos abusivos.

O acesso a esta aplicação seria desenvolvido através do registo autenticado na base de dados centralizada dos dísticos atribuídos (e respetivos números).

Para uma maior disseminação desta solução as empresas municipais dedicadas à fiscalização do estacionamento (como por exemplo a EMEL) poderiam desenvolver acessos externos via web-based.